Ver página do Projeto Click

O Futuro do Trabalho em discussão aberta

Antes da primeira reunião da Comissão Global sobre o Futuro do Trabalho, em 2019, a OIT elaborou um Relatório Inicial com o objetivo de preparar o cenário para uma discussão produtiva. Entre 11 de Dez 2017 e 30 de Abr de 2018 a OIT lança o desafio a agentes com experiência no mundo do trabalho, incluindo empresas, fundações, organizações da sociedade civil e indivíduos, para compartilharem os seus pontos de vista sobre as questões levantadas no relatório e fornecerem reflexões adicionais sobre o tema do Futuro do Trabalho.

Participe aqui

Projeto Click

O ano de 2017 foi um ano desafiante para o projeto Click, trazendo até ao mesmo a experimentação de 2 novas edições em formato flash (de curta duração).

O relatório do projeto em 2017 já se encontra disponível para consulta aqui

Em www.click.eapn.pt podem encontrar mais informações sobre o projeto. 

Grupo de Trabalho Desemprego e Desigualdades Sociais (DESGOV)

Em 2017 a EAPN Portugal foi um dos elementos do grupo de trabalho DESGOV, integrado no Fórum Govint.

Tendo por base a questão de partida “De quem estamos a falar quando falamos de desempregados/as?” o objetivo da realização de vários grupos de discussão/entrevistas foi a desconstrução de preconceitos em torno das pessoas em situação de desemprego, fazendo-o através do debate de ideias e da compreensão prática sobre o que os conceitos significam na vida diária das pessoas. 

Pode conhecer os resultados deste ano de trabalho exploratório aqui

 

 

A EAPN Portugal, como um interlocutor privilegiado para as questões da pobreza e da exclusão social, quer a nível nacional, quer a nível europeu, sempre considerou fundamentais para a resolução dos problemas das populações carenciadas as questões da empregabilidade e da inserção sócio profissional destes públicos, numa lógica pluridimensional.

Imbuídos desta missão, em 2001 a EAPN Portugal e o Instituto de Emprego e Formação Profissional, IP assinam um protocolo de cooperação, inicialmente orientado para ações no âmbito do Mercado Social de Emprego (MSE). Em 2007, a emergência de novos contextos de ordem organizacional e estrutural, entre eles a extinção da Comissão do Mercado Social de Emprego, configuram um novo enquadramento, o que obrigou a novas abordagens e à aplicação de novas metodologias de intervenção ao abrigo deste protocolo, centrando significativamente a sua ação em torno do eixo da informação e sensibilização.

Desde a sua celebração, o presente protocolo significa para os seus envolvidos, o desenvolvimento de uma atitude pró-ativa e de proximidade face aos problemas e potencialidades que caracterizam o sistema de emprego, trabalhando em rede com as diferentes instituições desta área e com os públicos afectados pela vulnerabilidade laboral, em todo o território nacional.

A cada novo ano de colaboração, novas dimensões dos problemas em torno da empregabilidade apresentam-se como novos desafios que integramos nos nossos planos de trabalho, sempre num contexto da obtenção de mais coesão social, como pilar fundamental para o crescimento e o emprego.

© 2018, EAPN Portugal / Rede Europeia Anti-Pobreza  ·  Desenvolvido por Bizview