Ver página do Projeto Click

Plano de Formação 2017 EAPN Portugal

Reconhecida publicamente pela DGERT como entidade formadora certificada, a EAPN Portugal continuará em 2017 a proporcionar uma oferta formativa de qualidade e especificamente direcionada às necessidades dos ativos qualificados, nomeadamente, quadros técnicos, dirigentes e voluntários de organizações não-governamentais de solidariedade social.
Conheça aqui o Plano de Formação para 2017. 

Projeto Click

A edição de 2016 do Click já se concluiu e estamos em preparação para um novo ano em que pretendemos continuar a apostar no Click da diferença junto de tod@s @s agentes envolvidos.

Brevemente daremos a conhecer mais informações.

O Relatório da edição de 2016 já se encontra disponível para consulta aqui

 

Empregabilidade ReC [Refletir e Construir]

Já está disponível o Relatório do Grupo de Trabalho "Empregabilidade ReC [Refletir E Construir]. Os temas em debate nas 4 sessões realizadas ao longo do ano de 2016 enquadraram-se no âmbito da promoção de competências de empregabilidade em públicos vulneráveis; da reconversão profissional; do  trabalho de reconhecimento de competências e das políticas ativas de emprego, entre outras questões.

Consulte aqui o documento. 

 

 

A EAPN Portugal, como um interlocutor privilegiado para as questões da pobreza e da exclusão social, quer a nível nacional, quer a nível europeu, sempre considerou fundamentais para a resolução dos problemas das populações carenciadas as questões da empregabilidade e da inserção sócio profissional destes públicos, numa lógica pluridimensional.

Imbuídos desta missão, em 2001 a EAPN Portugal e o Instituto de Emprego e Formação Profissional, IP assinam um protocolo de cooperação, inicialmente orientado para ações no âmbito do Mercado Social de Emprego (MSE). Em 2007, a emergência de novos contextos de ordem organizacional e estrutural, entre eles a extinção da Comissão do Mercado Social de Emprego, configuram um novo enquadramento, o que obrigou a novas abordagens e à aplicação de novas metodologias de intervenção ao abrigo deste protocolo, centrando significativamente a sua ação em torno do eixo da informação e sensibilização.

Desde a sua celebração, o presente protocolo significa para os seus envolvidos, o desenvolvimento de uma atitude pró-ativa e de proximidade face aos problemas e potencialidades que caracterizam o sistema de emprego, trabalhando em rede com as diferentes instituições desta área e com os públicos afectados pela vulnerabilidade laboral, em todo o território nacional.

A cada novo ano de colaboração, novas dimensões dos problemas em torno da empregabilidade apresentam-se como novos desafios que integramos nos nossos planos de trabalho, sempre num contexto da obtenção de mais coesão social, como pilar fundamental para o crescimento e o emprego.

© 2017, EAPN Portugal / Rede Europeia Anti-Pobreza  ·  Desenvolvido por Bizview